Amanda Chang

X

Release.

Dedicação, disciplina, trabalho e pesquisa são as características que definem a personalidade artística de Amanda Chang, características essas que imprimem evolução e consistência em sua trajetória. Com um talento intrínseco de quem busca o desenvolvimento artístico e pessoal acima de tudo,  Amanda procura não se limitar a um gênero musical, a uma vertente, a uma só tribo.

Ao invés disso, observa e se envolve com diferentes sonoridades; e imprime sua própria identidade na medida em que constrói um caminho sólido no meio musical. Natural do Rio de Janeiro, Amanda iniciou sua carreira tocando house music no Privilége Brasil, club que a acolheu e no qual foi residente por muitos anos.

Na atualidade, é DJ residente do club paulistano D-EDGE. Desde o princípio a artista se destaca por onde passa, mostrando sua personalidade instigante e carismática, e entregando-se complemente a cada apresentação, seja como headliner de eventos e clubs importantes como o Rio Music Carnival, D-Edge, Warung, Beehive, seja comandando noites cem por cento conceituais em Portugal, levando sua fina apuração musical ao Weekend em Berlim, abrindo pistas gigantes, como a eletrônica do Rock in Rio e para grandes artistas.

Sua estreia internacional ocorreu em Ibiza na The Face of Ibiza, em 2011. Em sua última tour pela Europa, se apresentou no Egg Club em Londres, no Suicide Circus em Berlim, no Rock in Rio Lisboa e no Industria em Porto, Portugal. Em novembro de 2016 Amanda adquiriu seu primeiro sintetizador modular em Berlim, e inicia seus estudos e pesquisas em síntese eletrônica, o que a levou a passar três temporadas no La Siesta del Fauno Estúdio-Laboratório, Buenos Aires, Argentina, sob a orientação do sintetizista Ernesto Romeo.

Em decorrência, passou recentemente a utilizar sintetizadores modulares analógicos em seus sets, incorporando a esses últimos sonoridades inusitadas e impactantes. Sua estreia com live modular + DJ set ocorreu no Warung em outubro de 2017. E em março de 2018 realizou o primeiro live modular explorando sonoridades experimentais no Sesc São Paulo. Em julho de 2018, apresentou seu primeiro LIVE no Mothership D-edge São Paulo.

Do experimental à dance music, Amanda Chang possui várias sessões musicais produzidas e muitas outras ainda em andamento. Recentemente, iniciou estudos e pesquisas na área de música e estados de consciência, suas relações com os centros energéticos do corpo humano (chackras), motivada por sua prática e estudos de yoga, assim como por sua natural curiosidade e paixão por seu trabalho musical. Motivada por suas temporadas no La Siesta del Fauno.. a artista inicia e implementa estudos, pesquisas e trabalhos composicionais de performance e notação gráfica na área da música eletrônica experimental e da eletroacústica em parceria com o compositor brasileiro e também sintetizista Paulo Motta.

Consequentemente, inauguram o Projeto ACPM, dedicado às possibilidades de experimentação performática com sintetizadores e recursos eletrônicos. Até o momento, o Projeto integra quatro composições registradas em áudio, as quais apresentam os resultados sonoro-musicais do que denominam por “explorações sônicas com recursos eletrônicos”. Amanda Chang, confirma, assim, com dedicação, disciplina, inquietude, obstinação e, sobretudo, uma notável capacidade criativa e sua disponibilidade para renovar permanentemente seus conhecimentos ao incluir em sua trajetória novas perspectivas de criação e performance musicais.




Booking.

Amanda Chang



Voltar